Estrutura e Organigrama

O centro nacional é constituído por componentes da Fundação Colaboração COME.
Os órgãos do centro são: o Conselho Diretivo (CD) e a Comissão Científica

Membros do Conselho Diretivo

Alexandre Nunes

Alexandre Nunes é Osteopata, com mestrado em cuidados de saúde no sistema neuromusculosesquelético pela Keele Uiversity.

Atualmente aguarda defesa da sua tese de Doutoramento realizado na Faculdade de Motricidade Humana – Universidade de Lisboa na especialidade de reabilitação. A sua área de investigação centra-se na avaliação dos mecanismos de dor em pacientes com dor crónica através de testes quantitativos sensoriais, sendo uma área de conhecimento transversal no campo da saúde. Atualmente para além da prática clínica direcionada para a dor crónica, é o coordenador da licenciatura da Escola Superior de Saúde Jean Piaget Algarve, é docente na Escola Superior Saúde Atlântica, e membro do NACE Portugal participando em diversos projetos de investigação. Autor de
alguns artigos científicos, e revisor de publicações em jornais científicos.

Bruno Campos

Bruno Campos é Osteopata e mestrando em reabilitação neurológica pela Keele Univeristy.
As áreas de especialização profissional são a mobilização neural e a otoneurologia. É docente na Escola Superior de Saúde da Cruz Vermelha Portuguesa de Lisboa e Escola Superior de Saúde Jean Piaget Algarve. É também formador convidado em cursos de formação contínua profissional e pós-graduação. É o coordenador da Osteoform® e o criador da formação Neuromobilização Clínica® (leccionada em Portugal e em França).

João Moita

João Moita é Osteopata, com mestrado em Exercício e Bem-Estar pela Faculdade de Educação Física e Desporto da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologia e Doutorado em Educação Física e Desporto na Especialidade de Atividade Física e Saúde pela mesma instituição. Investiga em Dance Medicine & Science, e é Osteopata da Escola Artística de Dança do Conservatório Nacional desde 2004, onde exerce a maioria da sua prática clínica. É também coordenador da Licenciatura em Osteopatia na Escola Superior de Saúde Atlântica e membro do NACE Portugal participando em diversos projetos de investigação.

Rui Santiago

Iniciou a carreira académica e profissional em 2001 com a licenciatura em engenharia de automação e controlo, área em que trabalhou vários anos como programador informático. Em 2011 completou a licenciatura em osteopatia (Bsc (Hons) Osteopathy) na Oxford Brookes University e no mesmo ano iniciou a prática privada e ensino de osteopatia em várias instituições em Portugal. Em 2014 obteve o certificado de pós-graduação em ensino clínico e académico de osteopatia pela British School of Osteopathy. É docente de osteopatia nas licenciaturas das Escolas Superiores de Saúde do Instituto Politécnico do Porto e do Instituto Piaget. Está na fase final do seu doutoramento em segurança e saúde ocupacional nas Faculdades de Engenharia e Medicina da Universidade do Porto. A área de interesse e estudo prende-se com o papel que a osteopatia poderá ocupar na saúde ocupacional e pública e na metodologia de investigação para a avaliação da sua eficácia/eficiência. É autor de alguns artigos científicos, revisor de publicações em jornais científicos, membro da NACE Portugal
e sócio fundador da Associação Independente de Osteopatia

Membro do Conselho Científico

Jorge E. Esteves

Jorge E. Esteves é Osteopata, sendo Professor Honorário do University College of Osteopathy de Londres e Professor Associado do Instituto Piaget em Portugal, onde é o Coordenador Científico do curso de Licenciatura em Osteopatia. Anteriormente, ele atuou como Chefe do Departamento de Investigação na British School of Osteopathy em Londres, como membro do conselho não executivo do General Osteopathic Council do Reino Unido e revisor de assuntos em osteopatia para a Agência de Garantia de Qualidade do Reino Unido para Educação Superior (QAA); também foi professor sénior em Osteopatia na Oxford Brookes University, onde foi fundamental no desenvolvimento e implementação da oferta osteopática da universidade. Em 2011, o Dr. Esteves concluiu seu PhD na Oxford Brookes University. Sua investigação se concentrou em examinar a palpação diagnóstica em
osteopatia e desenvolver modelos neurocognitivos de especialista. O Dr. Esteves está interessado em investigar os efeitos do toque e da dor no corpo e na mente, particularmente, como a dor afeta a maneira como as pessoas processam suas emoções; como a dor afeta o sentido do self; e qual é o papel do toque na modulação da dor, sentido do self e processamento emocional. Além de seu trabalho acadêmico no Instituto Piaget e no University College of Osteopathy, o Dr. Esteves também é Editor Associado do International Journal for Osteopathic Medicine, membro do Conselho de Diretores do COME, colabora em vários projetos de investigação e palestras e avaliações em várias escolas em todo o mundo.

© 2021 Foundation COME Collaboration. All Rights Reserved